Let it be

Limpado as casas nos desenhos:

image

image

Limpando as casas na vida real:

image

image

Odeio o jeito que você me olha quando está bravo comigo, porque odeio me sentir o pior ser humano da face da terra quando te magoo. Odeio quando você despreza o que eu faço ou o que eu deixo de fazer, e prefere das outras pessoas, porque odeio sentir que não fui o suficiente. Odeio depender tanto da sua presença, porque odeio saber que sem ela eu não consigo existir perfeitamente. Odeio as suas brincadeiras sem graça, e odeio o quanto eu rio delas por horas. Odeio depender de você parar ir até a padaria, e odeio quando tenho que ir sozinha. Odeio o modo como me abraça e me puxa para mais perto, porque odeio saber que poderia ficar presa por horas nesse abraço. Odeio o seu jeito de me olhar, e como esse olhar me desconcerta. Odeio o fato de nem saber teu perfume, mais já amá-lo. Odeio o vento que toca você no meu lugar. Odeio o travesseiro que você abraça. Odeio o sol que brinca de te aquecer. Odeio essa música, que me lembra você. Odeio ouvir tua voz no telefone, pois isso indica que não estamos perto. Odeio o seu silêncio, e a maneira como ele me destrói. Odeio quando me olha nos olhos e tira toda a minha concentração. Odeio quando me envolve em teus braços com a tentativa de me acalmar, e você consegue, sempre consegue. Odeio ficar perto de você e saber que não tenho controle sobre mim. Odeio te dar as mãos e ter que soltar. Odeio quando eu to me afastando, aí você sorri para mim. Odeio a sua voz, e como ela me desliga do mundo. Odeio quando você se aproxima lentamente, e me faz perder o ar. Odeio quando pega minhas mãos e faz meu coração entender que você me completa até nisso. E eu me odeio, principalmente, por não conseguir te odiar. Nem mesmo por um segundo, nem mesmo por um instante. Nem mesmo só por te odiar.
— Quasepoetica (via romeuemcrise)
De vez em quando fico triste do nada, com motivo ou sem motivo. De vez em quando fico feliz do nada, com razão ou sem razão. É assim, as vezes dá vontade de sair pulando, distribuindo beijinho, dando abraços e, em outras, dá vontade de mandar todo mundo pra muito, muito longe.
Clarissa Corrêa.  (via defeiitos)

Fingindo estudar na frente dos pais como:

sra-foreveralone:

image

primacdonaldsgirl


theme: cerejadosundae. +
»